Primeiros passos na configuração de um novo servidor.

Esse é mais um daqueles tutoriais para mim mesmo não esquecer do básico. Quando subo uma máquina nova algumas coisas eu sempre executo.

A primeira coisa é obter acesso ssh, ter certeza que as senhas de root não são as default.

Em seguida dou acesso de sudo para meu usuário caso já não tenha.

usermod -aG sudo cesar

Se for uma máquina na rede local eu configuro ela para usar zero configuration network, uma forma muito mais conveniente de acessar a máquina principalmente em redes IPv6. caso contrário esse é um bom momento para adicionar a maquina em um domínio.

apt install avahi-daemon

O próximo passo é copiar as a chave ssh para o novo servidor e não precisar acessar mais com senha, garantindo ao mesmo tempo um pouco mais de segurança.

ssh-copy-id \
    -o PreferredAuthentications=password \
    -o PubkeyAuthentication=no \
    cesar@novamaquina.local

Em seguida é uma boa ideia configurar o locale, isso evita vários problemas com comandos que precisam saber que você pretende usar UTF-8. Eu prefiro usar en_US.UTF-8 e pode ser necessário configurar a variável diretamente no bashrc LANG=en_US.UTF-8.

dpkg-reconfigure locales

Para otimizar um pouco o acesso via terminal e ter um pouco mais de responsividade eu instalo o mosh-server. Se a maquina estiver protegida por um firewall, precisa as portas de 60001 até 60999 UDP.

apt install mosh

Agora é uma boa hora para instalar o tmux, ao contrário da maioria, eu não uso o tmux para manter janelas no terminal, o principal motivo para usar o tmux é que em conjunto com o mosh você basicamente tem uma sessão indestrutível e muito prática, você pode fechar a máquina no trabalho, viajar de volta para casa e quando abrir a máquina o seu terminal vai estar exatamente como você deixou, com o cursor na mesma posição e tudo.

apt install tmux

Meu arquivo de ~/.tmux.conf é bastante simples e basta um scp para mandar uma cópia para a nova máquina.

scp ~/.tmux.conf novamaquina.local:/home/cesar/

Se eu for codar na máquina, então vou instalar o neovim e dedico algum tempo para ter certeza que todos os plugins foram instalados e etc. Mas na maioria das vezes o vim com configuração padrão é o sificiente.

apt install vim

Para finalizar, configuro dois atalhos que vou usar para facilitar a conexão, um usando o tmux e outro não, o nome dos atalhos eu sempre uso mosh_ e deixo o zsh preencher o resto.

alias mosh_novamaquina="mosh \
    --server='/usr/bin/mosh-server' \
    novamaquina.local \
    -- tmux new-session -A -s default"

alias mosh_novamaquina_ntm="mosh \
    --server='/usr/bin/mosh-server' \
    novamaquina.local"

Cesar Gimenes