Home Office, Minha Experiencia Trabalhando em Casa

Algumas coisas da minha experiência trabalhando remoto e dicas para quem quer começar

Participei do 2Devs Podcast falando sobre trabalho remoto da uma passada lá, eles são muito legais.

Aqui vamos ver algumas coisas da minha experiência trabalhando em home-office e vou dar algumas dicas de como eu resolvi problemas comuns que todo mundo que quer trabalhar com tecnologia longe do escritório vai enfrentar.

Eu sou um veterano quando o assunto é trabalho remoto. Comecei no fim dos anos 90, na época eu trabalhava em uma empresa com uma administração bastante arrojada e moderna principalmente para o Brasil da época. Na época eu era um jovem programador com muito para aprender ainda.

Canecas ganhas em eventos no beiral da minha janela Um belo dia meu superior direto que também era um dos donos da empresa me chamou para uma reunião, e já fui pensando o que será que eu havia feito de errado.

Quando cheguei ele foi direto ao ponto e já perguntou o que eu acharia de trabalhar de casa, eu pensei por alguns instantes e respondi que achava uma ótima ideia. Dai combinamos como funcionaria, eu visitaria a empresa semanalmente para entregar as alterações no sistema, bater um papo com o pessoal e etc. A comunicação já era por e-mail então não haveriam grandes mudanças ai, tirando que no lugar de acessar o servidor interno da empresa essa comunicação viria via internet. Para os padrões de hoje isso é extremamente comum mas era incrivelmente arrojado para a época.

Vantagens para a empresa

A cultura de trabalho remoto permite contratar profissionais de qualquer parte do planeta sem a necessidade de transplantar a pessoa de um lugar para outro. Também não é necessário manter um posto de trabalho que aqui em São Paulo é bem caro. A empresa se beneficia de uma cultura mais diversa simplesmente por ter pessoas de regiões diferentes e a possibilidade de contratar profissionais escassos em sua região.

Vantagens para o programador

A principal é sem duvida a economia de tempo. Se eu tivesse que ir para a empresa todos os dias eu perderia uma hora e meia para ir para o escritório e mais uma hora e meia para voltar para casa. Perder três horas todos os dias é muita coisa para um programador, são quinze horas toda semana que poderiam ser gastos em estudo, no desenvolvimento de outros projetos, curtindo a família, etc. Não precisar se deslocar aumenta em muito a qualidade de vida.

Algumas dicas

Como trabalhar remoto de forma eficiente em uma palavra…

Disciplina

Mesmo trabalhando em casa eu tenho uma rotina bem definida, início meu dia em um horário que eu escolhi, faço as pausas para descanso nos horários corretos, e termino o dia no horário certo. Isso ajuda a manter uma rotina de trabalho e um ambiente previsível.

Minha família sabe que nesse horário não adianta me pedir para trocar lâmpada, verificar o problema da maquina de lavar nem nenhuma tarefa domestica, para todos os efeitos é como se eu estivesse no escritório.

Levou um tempo até as pessoas da casa entenderem isso mas hoje em dia é super tranquilo, mesmo minha filha sabe que quando o papai esta com os fones de ouvido e na frente do computador não é bom me chamar.

Remova distrações

Desligue o radio, a TV e qualquer fonte de distração, programador precisa se concentrar, então estabeleça um horário para ler os e-mails e responder o chat da empresa.

Se você quer algum ruído branco de fundo evite coisas como YouTube ou qualquer coisa que tenha anúncios, eles são projetados para atrair sua atenção, no lugar faça uma seleção das suas musicas preferidas e deixe a mesma seleção tocando até ela desaparecer, no sentido que você não presta mais atenção nenhuma na musica.

Da para usar gravações especificas de ruído dos mais variados também, eu acho usar musica mais legal mas também da para colocar ruído de chuva, floresta e até escritório, existem várias gravações assim na internet.

Desative as notificações e coloque o telefone no modo não perturbe. Quem me conhece sabe que simplesmente não adianta me telefonar mas isso é outra história.

Fuja do micro-gerenciamento

Não há nada pior para quem trabalha remotamente que alguém que quer saber exatamente o que você esta fazendo a cada instante. Trabalhar remoto idealmente também significa trabalhar assíncrono, ou seja, pouco importa se você vai começar a trabalhar as 5:00 da madrugada ou se ao meio dia, desde que você entregue as demandas nos prazos combinados.

Falando nisso, caso não seja possível entregar alguma demanda no prazo você deve informar que esta com um problema para cumprir a entrega com tempo suficiente para que alguma coisa possa ser feita. Não adianta muito avisar que você vai perder o prazo três dias depois do final dele.

E por falar em entregar as demandas no prazo. É importante se envolver com as decisões e estimativas da empresa porque isso te afeta diretamente.

É uma tarefa muito difícil e nenhum programador gosta, eu sei, mas você precisa conseguir estimar o tempo de desenvolvimento de cada funcionalidade. Entretanto, não precisa fazer isso sozinho, você conta com a equipe.

E lembre que tem que ter tempo para escrever testes, debug e documentação.

Quebre a tarefa em pequenas partes

Pomodoro para controlar o tempo das tarefas É muito importante quebrar uma tarefa grande em pequenas tarefas que possam ser entregues em um ou dois dias idealmente. É muito mais difícil errar nos prazos se a tarefa for pequena, alem disso a administração vê seu progresso e dificuldades e consegue ajudar melhor.

Crie uma relação de confiança

É importante que os administradores saibam as suas capacidades e o que podem pedir de você e que você não atrasa as entregas sem motivo. Essa relação é construída com o tempo então seja honesto sempre, esclareça todas as duvidas e todos os possíveis problemas e dificuldades que você encontrar em uma demanda antes de iniciar o desenvolvimento e se encontrar alguma coisa que não consegue lidar pelo caminho, acione a equipe o quanto antes.

Alem disso, trabalhar remoto e com autonomia significa que você vai ter acesso remoto a vários recurso da empresa e muitas vezes com permissão de administrador, isso é um privilégio que torna seu trabalho mais fácil mas também é uma responsabilidade, tome conta dos dados da empresa com o máximo de zelo.

Comunicação com a equipe

Hoje em dia temos uma gama fantástica de ferramentas a disposição para manter contato com a equipe, muitas delas gratis ou próximas disso.

  • e-mail
  • WhatsApp
  • Slack
  • Rocket Chat
  • Telegram
  • Skype
  • Meet

Eu uso muito Slack, alem de ser o que muitas empresas usam o pessoal de Golang também esta lá. E é possível programar ele para emitir uma notificação apenas se seu nome for mencionado. Assim eu não fico o tempo todo lendo o chat, apenas dou uma olhada quando alguém me cita ou manda mensagens diretamente para mim.

Mas qualquer coisa vai funcionar… qualquer coisa menos o telefone, sério prefira formas de comunicação assincronas ou seja que a outra pessoa não precisa parar o que esta fazendo para te atender.

Ambiente de trabalho

É importante ter um ambiente de trabalho agradável, organizado e confortável. Eu tenho duas bancadas que uso como stand up desk, eu as projetei com altura exata para mim de forma que trabalho sempre com uma boa postura como se estivesse em pé olhando para o horizonte, também tenho um banquinho para apoiar o pé de vez em quando e um belo sofá que uso para as paradas para descanso e os momentos de leitura e descontração.

Pausas para descanso são outra coisa importante, planeje seu dia para ter algumas pequenas pausas e tirar sua cabeça do código por alguns minutos.

As vezes quando tenho que pensar em algum algoritmo mais complexo eu costumo andar pela casa, a mudança de ambiente e se mover um pouco ajuda as ideias a fluirem, uma coisa que eu gosto de fazer é aproveitar o balanço que construi para minha filha no quintal, muitos bugs difíceis foram resolvidos ali.

Mantendo o código organizado

É importante manter as coisas centralizadas e manter um pequeno stack de ferramentas. Muitas ferramentas diferentes são fonte de distração.

Gosto de usar o GitHub, existem muitas ferramentas dentro do próprio GitHub com o básico do necessário incluindo Wiki que é muito útil para documentação interna, um sistema simples de controle de projetos e da até para brincar de kanban.

Também tem uma boa integração com ferramentas como IFTTT ou Zapier tornando possível automatizar muitas coisas.

É preciso se mover

Um dos grandes perigos do home-office é que a geladeira esta perto demais. Cuidado com a alimentação, coma nas horas certas e evite abrir a geladeira enquanto estiver pensando no seu código.

Faça exercícios físicos

Sair de casa para trabalhar gasta energia se você for como eu e não gostar muito de sair de casa você precisa de uma rotina de exercícios. O que eu faço hoje é correr e andar de bicicleta, alguns quilômetros por dia fazem maravilhas, você vai respirar melhor, dormir melhor e consequentemente programar melhor também.

Alias fazer um pouco de exercício quando se esta travado no meio de algum algoritmo ajuda muito a clarear a cabeça, principalmente se você conseguir tirar a cabeça do problema por algum tempo.

Home office não é para todos

Apesar de todos os benefícios, algumas pessoas simplesmente não se adaptam a trabalhar remotamente e isso pode acontecer por vários motivos, algumas não tem um ambiente bom para trabalhar em casa e preferem o escritório, outras querem simplesmente a mudança de ambiente, já outras querem poder ver outras pessoas. Essas coisas são perfeitamente normais, você não deve se sentir mau se home office não for para você.

Leituras interessantes

Encontrei duas leituras interessantes para aprofundar mais nesse assunto, um é o Guia do trabalho remoto e outro é o artigo escrito por Djalma Araujo relatando a experiência dele com quase um ano de hoje office

Trabalho remoto nos anos 90

Como eu trabalhava remotamente no século passado

Zip drive

Canecas ganhas em eventos no beiral da minha janelaBanda larga estava no horizonte, mas para acessar a internet e ver os e-mails eu ainda precisava conectar via BBS e simplesmente não havia banda suficiente para trafegar meu trabalho, então a forma mais simples e pratica que encontramos foi usar um Zip Drive da IOMega que tinha 100MB de capacidade, espaço mais que suficiente para todo o sistema da empresa naquela época.

Automatização

Como eu estava longe da empresa algumas das tarefas precisavam ser automatizadas, uma delas era o backup. O esquema era assim, a cada hora um script fazia um backup incremental e toda semana fazia um backup completo em HD hot-swap, uma vez por semana um dos donos da empresa tocava esse HD por outro e levava para casa, dessa forma tínhamos uma copia com toda a vida da empresa em um lugar seguro longe do escritório com no máximo uma semana de atraso.

Ta eu sei que esse esquema de backup parece ridículo para os padrões de hoje em dia mas era sólido para a época e levando em conta o tamanho da empresa.

Dessa época que eu comecei a pegar gosto por automatizar as coisas, é um habito bem saudável para todos que trabalham com tecnologia mesmo que não seja trabalho remoto.

Depois veio a banda larga, uma conexão precária ainda mas sem duvida muito melhor que a linha discada, no começo eu usava ADSL com IP fixo, a principal mudança era estar on-line 24 por 7, é muito diferente quando você simplesmente tem conexão com a internet o tempo todo, a garotada de hoje não faz ideia do que é trabalhar off-line com programação.

Cesar Gimenes


Compartilhe esse post:

 
comments powered by Disqus